0

Adversária de Cris Cyborg Diz que Vai Fazê-la Sangrar Bastante

Administrador agosto 31, 2016 Views 186

A estreante no UFC Lina “Elbow Princess” Länsberg (6-1) fará a luta principal do UFC Brasília contra Cristine “Cyborg” Justino (16-1). A lutadora sueca de 34 anos vê esta luta como uma oportunidade de se juntar à elite feminina do UFC.

“Essa luta é, com certeza, um atalho para o topo e é a melhor forma de conseguir isso. Ela não é invencível. Ela ganhou de grandes lutadoras, mas também de lutadoras que não eram boas e ainda é humana. Muita gente ganha o tempo todo, mas ninguém é invencível.”

Apesar de ter conhecimento das habilidades de Cyborg, que no MMA não é derrotada há 11 anos, Länsberg não se intimida e considera que o aspecto psicológico está a seu favor.

“Tudo é 100% mental. É um jogo mental. A técnica e a física é só uma pequena parte disso. A parte mental é a mais importante. Me sinto confortável com isso e agora trabalho muito o meu psicológico, tenho feito isso por um bom tempo com o meu treinador e com um psicólogo. É um jogo mental.”

“Sem dúvia ela vence as oponentes antes delas entrarem no octógono. Você vê isso na última luta dela contra a Leslie Smith. Você percebe logo de cara que esta já estava derrotada ao caminhar para o cage. Com certeza essa é a maior razão dela vencer o tempo todo.”

“Tenho sorte de não ser a Cris, porque eu conheço esse sentimento de ir para uma luta e ter tudo a perder e nada a ganhar. Não gostaria de estar no lugar dela nesta luta. É muito melhor ser eu, a zebra, que tem tudo a ganhar.”

Länsberg gosta de trabalhar no clinche e aplicar cotoveladas, aliás esta é a razão de seu apelido de “Princesa das Cotoveladas”.

“Eu amo cotovelos. Eles fazem todo mundo sangrar bastante e eu amo isso. Vai ser muito divertido. Ela é dura e vai sangrar um bocado. Essa é a razão de eu fazer isso. Vou adorar fazer isso. Nós vamos ter um bom momento, eu e a Cris.”

Apesar de ter apenas 7 lutas profissionais de MMA, Länsberg se diz muito experiente no mundo da luta e habituada à pressão.

“Luto muay thai já faz vários anos. Eu tenho 85 ou 90 lutas, muitas delas em campeonatos europeus ou mundiais. Eu já lutei com a Valentina Shevchenko, que agora está lutando no UFC. Eu lutei com ela na final do campeonato mundial. Já fiz isso durante muitos anos e já venci várias medalhas de ouro no campeonato europeu e no campeonato mundial.”

“Tenho me preparado para algo assim há muito tempo. Eu já viajei o mundo para lutar anteriormente, e há muita pressão, mas é o jeito que eu quero que seja. Essa também é a parte legal. Quanto maior, melhor.”

A propósito, você pode ver a luta mais recente dela no vídeo abaixo:

Avalie esta postagem.
0
Categories
Chat entre os membros do siteVocê pode bater um papo. Clique aqui para abrir o chat público!+