0

Após Apelação de Jon Jones contra a USADA, Advogado Espera que a Decisão Saia Antes de Audiência com a NAC

Administrador novembro 1, 2016 Views 275

Jones teve sua defesa ouvida diante de três árbitros na segunda-feira em um escritório de advocacia, numa sessão que durou quase 10 horas. A equipe de advogados do campeão interino dos pesos-meio-pesados ​​do UFC pediu uma decisão rápida, com a esperança de que tenha um retorno antes da audiência disciplinar de Jones na Comissão Atlética de Nevada (NAC), a ser realizada no dia 10 de novembro. Foi a primeira vez que um atleta do UFC apelou contra a USADA.

Jones, de 29 anos, está enfrentando uma suspensão de um ano aplicada pela USADA, o parceiro na aplicação da política antidoping do UFC, depois de testar positivo para clomifeno e letrozol em um teste antidoping fora da competição, resultante de uma amostra coletada em 16 de junho.

Os resultados do teste positivo voltaram em 06 de julho, apenas três dias antes da data em que ele deveria enfrentar Daniel Cormier em uma luta para unificar os cinturões do peso-meio-pesado do UFC no evento UFC 200, em Las Vegas. Jones foi retirado da luta e suspenso provisoriamente pela USADA, perdendo mais de US$ 10 milhões que ele teria ganho ao competir na atração principal do megaevento.

Na noite de segunda-feira, Jones se negou a dar entrevista ao MMA Fighting após a apelação. O advogado de Jones, Howard Jacobs, talvez o mais respeitado advogado em casos envolvendo doping nos Estados Unidos, disse estar satisfeito com o andamento do processo.

“Acho que todas as provas foram apresentadas e ficamos felizes com a forma como o caso se deu. Agora vamos esperar pela decisão”, disse Jacobs. “Não é mais conosco agora.”

A defesa de Jones está concentrada em torno da alegação de que ele tomou as substâncias proibidas inadvertidamente, através da ingestão de um suplemento contaminado ou uma pílula. Esse suplemento não teve o nome informado por nenhuma das partes envolvidas. Jacobs disse recentemente no programa The Luke Thomas Show da Sirius XM que tanto sua equipe quanto a USADA testaram o suplemento e, para ambos, os resultados dos testes foi de que o produto estava contaminado. Mas isso não significa que o desfecho do caso já esteja definido.

“Eu não quero entrar em detalhes, mas houve muitas evidências que foram analisadas e houve muita argumentação”, disse Jacobs. “Pense nisso como um julgamento, basicamente é igual, só leva mais tempo do que você poderia pensar.”

Uma das estratégias usadas na segunda-feira pela equipe de advogados de Jones foi o pedido de que a arbitragem da USADA seja feita antes da audiência disciplinar perante à NAC. Jones está enfrentando punições tanto da USADA como da NAC, que não necessariamente aplicarão o mesmo número de dias de suspensão, caso Jones seja suspenso. A comissão de Nevada tem jurisdição porque o teste antidoping foi feito para a luta no UFC 200, realizado em Las Vegas, que fica no estado de Nevada.

Jacobs acha que poderia ajudar no caso de Jones se a decisão da USADA fosse tomada antes da audiência do caso na NAC. Historicamente, a USADA tem sido mais leniente com sanções do que a comissão de Nevada, sobretudo em casos envolvendo um suposto suplemento contaminado.

“Se tivéssemos chegado a uma solução com a qual ambos os lados estivessem satisfeitos, não teríamos apelado”, disse Jacobs.

Jones (22-1) é um dos lutadores mais condecorados da história do UFC e ainda é considerado o melhor lutador peso-por-peso do mundo. Ele lutou pela última vez no UFC 197, em abril, com uma vitória por decisão unânime sobre Ovince Saint Preux. Esse combate foi a luta de retorno de Jones depois de ele ter sido suspenso pelo UFC após ser preso por atropelamento e fuga do local do crime. “Bones” lutou apenas uma vez desde o começo de 2015.

O texto deste artigo foi escrito por Marc Raimondi, publicado por MMA Fighting e traduzido Ricardo Loechner.

Avalie esta postagem.
0
Categories
Chat entre os membros do siteVocê pode bater um papo. Clique aqui para abrir o chat público!+