0

Dominick Cruz Está Interessado em Lutar com Cody Garbrandt

Administrador agosto 10, 2016 Views 144

Tem se tornado comum alguns lutadores desafiarem ou mesmo insultarem outros lutadores com o intuito de que o UFC case lutas entre eles, sobretudo lutas pelo cinturão. Cody Garbrandt é um deles.

No começo, o campeão do peso-galo do UFC Dominick Cruz (22-1 MMA, 5-0 UFC) ignorou as provocações do rival, mas agora ele mudou de ideia e disse ter interesse em que essa luta aconteça.

“Eu gosto do Garbrandt porque (1) ele é da Team Alpha-Fail e (2) ele fala demais, ele é um cara emotivo, ele tem o cabelo dividido como um pateta e um monte de tatuagens que o fazem se achar um cara durão. Todas essas coisas contribuem para que esta seja uma luta interessante. Os fãs apoiam o Cody. Eu recebi um monte de tuítes sobre ele. Ele tem um monte de fãs porque ele tem pego carona com o Urijah Faber já faz algum tempo. Então, o que ele faz é ‘Hei, Faber, me deixe treinar com você, eu vou ganhar seus fãs e você pode enviar seus fãs para mim, eu vou promover seu nome e vou deixar você me usar. E eu vou deixar você me controlar e com isso eu vou ganhar seus fãs’.”

“Eu acho que as pessoas querem ver esta luta por ele estar nocauteando os caras. Eu vou dar esta luta a ele. Mas o que é bom para mim em relação a esta luta é que ele teve um monte de concussões, ele sabe disso. Ele já teve de cancelar lutas. Eu poderia adicionar mais uma concussão à sua lista e seria uma grande noite para mim, penso eu.”

Cody “Sem Amor” Garbrandt, sem demora, respondeu eu sua conta no Instagram:

“Concussões não mudam a lucidez. Você não me engana! Como eu disse, mantenha o meu cinturão polido. Eu vour cortar essa sua cabeça de melão. Quando você acordar depois de ter ficado inconciente, eu vou fazer você colocar o cinturão na minha cintura.”

Apesar de muitos acharem que o ex-campeão T.J. Dillashaw (13-3 MMA, 9-3 UFC) merece ter revanche com Cruz, o “Dominador” não pensa desse modo. Em entrevistas anteriores, Cruz disse ter descartado essa possibilidade e que não se importa com seu adversário, a quem venceu em janeiro deste ano por decisão dividida.

“Nunca fui de escolher luta. É assim: se o UFC ouviu tudo o que eu disse, ou não ouviu nada disso, eles poderiam apenas me inscrever nas linhas pontilhadas e me dar quem eles quiserem. Eu sempre assinei e disse ‘OK’. Mas, se me deixarem escolher e me perguntarem sobre as lutas que eu acho que os fãs e eu mesmo queremos ver… É disso que estou falando.”

“Eu não tento escolher minhas lutas. Eu aceito qualquer um que eles puserem no contrato e eu vou vencê-los porque eu sou o melhor da categoria e eu acredito nisso. Mas eu estou falando em ganhar dinheiro e essas são as lutas de que estamos falando.”

Para essa luta acontecer, devemos esperar até dia 20 de agosto, data em que Cody Garbrandt (9-0 MMA, 4-0 UFC) confrontará Takeya Mizugaki (21-9-2 MMA, 8-4 UFC) no UFC 202. Uma vitória de Garbrandt aumentaria o interesse do público em ver esta disputa e o interesse do UFC em oficializá-la.

Avalie esta postagem.
0
Categories
Chat entre os membros do siteVocê pode bater um papo. Clique aqui para abrir o chat público!+