0

Poirier Quer Disputar o Cinturão e Se Diz Capaz de Derrotar Alvarez

Administrador setembro 17, 2016 Views 399

Neste sábado, Dustin Poirier enfrenta mais um adversário, Michael Johnson. Poirier está numa boa situação – tem 4 vitórias consecutivas e venceu 7 das últimas 8 lutas. Por outro lado, Johnson tem duas derrotas seguidas e desde fevereiro do ano passado não sabe o que é vencer.

“Para nos dois é importante. Johnson não quer perder três vezes em sequência; para ele é uma questão de vida ou morte. E eu não quero perder para um cara que perdeu duas lutas consecutivas, então para mim também é uma questão importante.”

“Estilos definem lutas e, em questão de estilo, essa luta vai ser divertida para os fãs durante 25 minutos. Acredito que sou melhor do que ele em todos os aspectos da luta. Se ele acha que o boxe é o seu ponto forte, esta será uma batalha difícil para ele.”

Poirier acredita ser capaz de vencer o campeão dos leves e que terá a chance de provar isso. A luta deste sábado, para ele, será um passo importante para chegar até à disputa de cinturão.

“É hora de começar a ganhar dinheiro e por meu nome na conversa sobre o cinturão. Nunca fui um lutador tão bom quando agora e vou continuar melhorando. Acredito que posso vencer qualquer um na categoria e estou disposto a ir lá e provar isso. Não tenho nenhum problema com isso.”

“Em cada passo que eu dou, estou me afirmando, até chegar onde eu quero. A próxima demonstração vai ser em 17 de setembro. Vou surrar Michael Johnson e partir para a próxima. Estou para realizar uma grande luta e bater Michael Johnson. Acho que depois dessa vitória, uma ou duas a mais e eu devo lutar pelo cinturão, ou até antes disso.”

“Acredito que se eu lutar com Eddie Alvarez hoje, eu vou tomar o cinturão dele. Acredito que vou ser o campeão do mundo, e isso vai ser em breve. Posso nocautear qualquer um. Estou ficando mais forte, a minha técnica está ficando melhor e eu sinto que tenho meu poder de volta. Estou me divertindo novamente. Os resultados das minhas últimas lutas mostraram que estou me divertindo de novo, apenas desfrutando.”

Poirier lembrou da derrota sofrida para Conor McGregor em setembro de 2014. Segundo ele, essa luta foi importante.

“Na luta com Conor, eu aprendi um monte de coisas durante a preparação – aprendi sobre mim mesmo e sobre o jogo da luta. Não posso por a culpa disso no corte de peso ou nas provocações. Ele me atingiu com um bom soco e depois eu tentei circular e plantar meu pé, mas ele me atingiu com um outro bom soco e eu cai.”

“Certamente ele bate forte. Tenho 33 lutas e tenho que dizer que, a menos que tenha sido o local (onde ele me atingiu), o histórico fala por si mesmo. Agora ele é o campeão – e tem as mãos mais duras que eu já senti.”

Avalie esta postagem.
0
Categories
Chat entre os membros do siteVocê pode bater um papo. Clique aqui para abrir o chat público!+