0

Woodley Afirma que Se Sentiria Mal em Bater McGregor, Caso Haja Uma Superluta entre Eles

Administrador novembro 1, 2016 Views 1585

Em  entrevista recente ao site BJPenn.com, Woodley falou sobre a possibilidadce de uma superluta entre ele e Conor McGregor caso ambos saiam vitoriosos do UFC 205 e sugeriu que McGregor é inteligente demais para aceitar lutar com ele.

“Bem, primeiro eu acho que Conor é uma pessoa inteligente e ele sabe que lutar comigo não vai ser bom para sua saúde. Eu realmente não vejo ele querendo essa luta. Eu o vejo abandonando o seu cinturão peso-pena e, em seguida, talvez defendendo o título algumas vezes em peso-leve. Talvez ele faça uma superluta aqui ou ali. Tem havido conversas sobre ele lutar com Floyd Mayweather no boxe. Qualquer coisa que fizer vai fazer muito sentido para ele.”

Até agora, em sua carreira, McGregor sempre perseguiu o próximo grande objetivo em vez de consolidar suas conquistas. Apesar de ter múltiplos títulos, McGregor nunca defendeu qualquer dos cinturões que ele ganhou (no Cage Warriors e UFC [NT]), preferindo buscar vitórias maiores. Depois de fazer José Aldo dormir em 13 segundos, reinvidicando o cinturão peso-pena do UFC, ele ainda não teve uma luta na categoria de até 65kg programada para este ano, em vez disso lutou com Nate Diaz no peso-meio-médio duas vezes e agora desafia Alvarez no peso-leve. De acordo com Woodley, esse tipo de método inteligente para os negócios lhe permite criar situações “vencer ou vencer”, mas também significa que a probabilidade de um título na categoria peso-meio-médio é muito menos provável.

“Mesmo se ele perder para Eddie, não é completamente ruim. Com seus dois combates com Diaz, ele agora terá lutado três vezes seguidas fora da sua categoria e ele ainda mantém o cinturão. Então, ele é um cara de negócios inteligente e por isso eu não acho que ele vai querer subir e lutar com um cara que vai superá-lo em tamanho. Ser um peso-meio-médio (77kg) e lutar no peso-meio-médio são duas coisas diferentes. Eu ando por aí com cerca de 90kg. O que dá 13kg de diferença.”

“Além disso, ele não vai ter uma vantagem no boxe. Ele com certeza não vai ter uma vantagem no wrestling. Com certeza não vai ter uma vantagem física. E seria uma exibição desigual de força. Realmente não acredito que haja qualquer vantagem para ele em lutar comigo. Não vou ser desencorajado pelas palhaçadas dele ou por ele falar merda. Então, para responder a sua pergunta… Não acredito que Conor McGregor tenha qualquer interesse em lutar pelo cinturão do peso-meio-médio.”

Mas, conforme tem sido o caso de McGregor durante toda a carreira, o fascínio pelo próximo grande desafio pode se revelar mais interessante do que reinar sobre a divisão peso-leve da qual ele atualmente parece desdenhar. E se esse for o caso, Woodley diz que não vai abrir mão do maior pagamento de sua carreira, mesmo que ele não se sinta bem em bater em um homem muito menor.

“Mas se nós dois sairmos vitoriosos de nossas lutas, e ele quiser lutar comigo, com certeza [eu aceitaria]. Pode me passar o contrato. Realmente me sintiria mal em vencer Conor McGregor. Como um homem, eu certamente bato um cara que é um peso-pena. Garanto, eu faria um caminhão carregado de dinheiro. Mas não é uma situação da qual eu me orgulharia depois.”

Tyron Woodley defende o título meio-médio contra Stephen Thompson no evento co-principal do UFC 205, no próximo dia 12 de novembro, na cidade de Nova Iorque, enquanto Conor McGregor desafia Eddie Alvarez pelo cinturão peso-leve na mesma noite, no evento principal.

O texto desta postagem foi escrito por Jed Meshew, publicado por MMA Fighting e traduzido por Ricardo Loechner.

Avalie esta postagem.
0
Categories
Chat entre os membros do siteVocê pode bater um papo. Clique aqui para abrir o chat público!+